Artigos

O PORTÃO DO OBELISCO

Livros/Lançamentos

autorGilberto Schoereder
publicado porGilberto Schoereder
data14/1/2019
fonte
O segundo volume da série “A Terra Partida” continua a sensacional saga de um planeta em conflito, de N.K. Jemisin, uma das grandes escritoras da nova geração da literatura fantástica.

O único inconveniente ao começarmos a ler uma trilogia espetacular como a de N.K. Jemisin é esperar pelo volume seguinte. Para sorte daqueles que, como eu, começaram a ler A Quinta Estação, primeiro livro da série “A Terra Partida”, este segundo volume foi publicado no Brasil rapidamente, e espero que o terceiro volume siga o mesmo caminho. A experiência com a publicação trucada ou mesmo suspensa de séries de livros truncadas, no Brasil, é desagradável e irritante.
A história espetacular e criativa apresentada em A Quinta Estação fica ainda melhor, com o aprofundamento das motivações das personagens e seus relacionamentos. Além disso, a história da Quietude, a terra onde tudo acontece, é ampliada, com forças milenares assumindo posições mais claras, em uma guerra da qual poucos habitantes do planeta sequer têm conhecimento de que esteja acontecendo. O conflito já dura milhares de anos e as ações de seus protagonistas tiveram, e ainda têm, consequências em todo o planeta, definindo não apenas alterações dramáticas no tecido social, na composição das relações entre os seres vivos, mas na própria estrutura planetária.
Os eventos iniciam-se imediatamente após o ocorrido no primeiro volume, as ações que originaram a “quinta Estação”, a transformação planetária violenta e, para muitos, fatal. Os personagens centrais continuam tentando encontrar seu lugar no mundo, lutando contra o próprio planeta e contra as forças que se levantam no que parece ser a cartada final no conflito mundial.
Como ocorreu com o livro anterior e com o seguinte, O Portão do Obelisco ganhou o Prêmio Hugo como melhor romance do ano, e é fácil perceber a razão. N.K. Jemisin não apenas desenvolveu uma das histórias mais criativas e originais da literatura fantástica nos últimos muitos anos, mas ainda elaborou uma narrativa única e atraente, conduzindo o leitor com segurança por um mundo imaginário complexo, conferindo credibilidade ao ambiente, aos personagens e às situações criadas, e esse é um dos pontos centrais para qualquer boa história de fantasia, ficção científica ou de terror.


O PORTÃO DO OBELISCO (The Obelisk Gate, 2016)
N.K. Jemisin
528 páginas
Morro Branco Editora