Artigos

UM CÂNTICO PARA LEIBOWITZ

Livros

autorGilberto Schoereder
publicado porGilberto Schoereder
data20/12/2014
fonte
A Editora Aleph relança um dos maiores clássicos da ficção científica.

Se existissem categorias diferenciadas entre os clássicos da ficção científica, Um Cântico Para Leibowitz provavelmente seria um peso pesado. Não pelo volume, mas certamente pelo impacto causado.
O livro de Walter M. Miller Jr. destaca-se não apenas entre as obras do gênero que lidam com o tema da hecatombe nuclear – bastante comum na época em que foi publicado, em 1960 – mas também por lidar com a religião, sempre um tema sensível.
A história começa 600 anos após um holocausto nuclear ter quase dizimado a civilização humana, no século 20. Num cenário de desolação, instalou-se a Ordem Albertina de Leibowitz, fundada por um engenheiro elétrico judeu que sobreviveu à guerra e converteu-se ao Catolicismo. A ordem tem como prioridade conservar e resgatar o conhecimento humano, sepultado pelos escombros da civilização arrasada e também pelo período conhecido como a “Simplificação”, no qual turbas enlouquecidas atacavam e matavam aqueles que eram apontados como os responsáveis pelo ocorrido. Assim, as pessoas com conhecimentos científicos foram as mais visadas.
Houve uma época em que o livro chegou a ser apontado como uma espécie de apologia à religião, uma vez que Walter M. Miller Jr era católico, mas essa é uma aproximação simplista; mesmo porque Miller não dispensa algumas ferroadas à instituição. Talvez ele tenha imaginado uma igreja ideal que, em momentos de crise, faz de tudo para manter-se íntegra e realizar algo de positivo para a humanidade, com todos os problemas políticos e as questões éticas e morais que inevitavelmente surgem.
A história estende-se por 1.800 anos da história humana, com a sociedade voltando a se reorganizar, porém em moldes semelhantes aos que haviam antes da destruição, de modo que o ciclo de conflitos é retomado, tornando a obra da Ordem de Leibowitz cada vez mais importante.
Várias críticas e estudos sobre o livro ressaltam o conceito da história vista como um ciclo repetitivo. Sem dúvida é um dos temas centrais, senão “o” tema central da obra, que também lida com a forma de utilização do conhecimento científico, muitas vezes distorcido para uso destrutivo devido a interesses políticos ou pura ganância.

Um Cântico Para Leibowitz (A Canticle for Leibowitz, 1960)
Walter M. Miller Jr.
Editora Aleph
400 páginas